SINaPSY #5





Este número do Boletim Sinapsy traz um TEXTO DE FRANCISCO PAES BARRETO, intitulado “O Real sem lei da ciência”. Certamente, uma referência para a nossa Jornada de outubro. Partindo das diferentes concepções da categoria do real em Lacan, Barreto discorre sobre a noção de real para a física quântica, sugerindo, ao final, algumas aproximações surpreendentes.
Sinapsy disponibiliza, também neste número, uma SELEÇÃO BIBLIOGRÁFICA sobre o tema da Jornada que visa auxiliar na investigação e na produção dos textos a serem enviados à comissão científica. Nos próximos números do Boletim serão incluídos outros títulos para que essas referências sejam enriquecidas. Lembramos que a descrição dos eixos temáticos assim como as normas para o envio de trabalhos podem ser acessadas através do blog: jornadaebpmg.blogspot.com.br
Está feito, portanto, o convite para que nossa comunidade analítica enderece as suas reflexões e pontuações clínicas à XVIII Jornada da EBP-MG! O discurso da ciência se encontra presente no cotidiano de nossa clínica e instituições de várias formas: no aspecto positivo da lei, que busca normalizar as relações sociais, a violência e o abuso de drogas; no discurso da saúde mental, através da prioridade às vezes absoluta e indiscriminada da medicalização ou do desconhecimento do sujeito no doente; na educação, assediada pela agitação, inibição intelectual e exigência de performance; nas intervenções sobre o corpo, modificações genéticas ou técnicas de procriação com suas consequências subjetivas.
Cabe à psicanálise, através da contribuição e testemunho daqueles que a ela se dedicam, fazer escutar a sua voz por meio dos textos que iremos discutir nas diversas mesas de trabalho durante a Jornada. Trata-se de saber de que maneiras – seja nas situações e vinhetas clínicas da prática analítica, seja nas situações da vida cotidiana – o real se apresenta na experiência analítica e como o sujeito responde ao discurso da ciência de nossa época.
Aguardamos o seu trabalho!
Frederico Feu de Carvalho






BIBLIOGRAFIA PARA A XVIII JORNADA DA EBP-MG

PSICANÁLISE E CIÊNCIA: O REAL EM JOGO



Textos de S. Freud


Projeto para uma psicologia científica. In: Obras Completas de S. Freud. Rio de Janeiro: Imago, 1969, vol. I.
Extratos dos documentos dirigidos a Fliess: Cartas 52 e 67; Rascunhos L e M. In: Obras Completas de S. Freud. Rio de Janeiro: Imago, 1969, vol. I.
O Interesse científico da Psicanálise. In: Obras Completas de S. Freud. Rio de Janeiro: Imago, 1969, vol. XIII, p. 199 – 229.
Conferências introdutórias à Psicanálise: Conferência I: introdução. In: Obras completas de S. Freud. Rio de Janeiro: Imago, 1969, vol. XV, p. 27 – 37.
Os instintos e suas vicissitudes. In: Obras Completas de S. Freud. Rio de Janeiro: Imago, 1969, vol. XV, p. 137 (abertura).
Linhas de progresso na terapia analítica. In: Obras Completas de S. Freud. Rio de Janeiro: Imago, 1969, vol. XVII, p. 201 – 216.
Novas conferências introdutórias à psicanálise: conferência XXXV: A questão de uma Weltauunchaung. In: Obras Completas de S. Freud. Rio de Janeiro: Imago, 1969, vol.XXII, p. 193 a 220.
Esboço de psicanálise. In: Obras Completas de S. Freud. Rio de Janeiro: Imago, 1969, vol.XXIII. Cap. VIII e IX.
Construções em análise. In: Obras Completas de S. Freud. Rio de Janeiro: Imago, 1969, vol. XXIII, p. 289 – 304.

Textos de J. Lacan


A ciência e a verdade. In: Escritos. Rio de Janeiro Ed. Zahar, 1998, p. 869-891.
O Seminário, livro 7: A Ética da Psicanálise. Rio de Janeiro: Ed. Zahar, 1988. Cap. II a VI.
O seminário, livro 11: Os quatro conceitos fundamentais da psicanálise. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2ª Ed., 1985. Cap. III: Do sujeito da certeza.

O Lugar da Psicanálise na Medicina. In: Revista Opção Lacaniana, n. 32. São Paulo, Eolia, Dez.2001, p. 8 a 14.

A Terceira. In: Revista Opção lacaniana, n. 62. São Paulo: Eolia, abr. 2013, p. 11 a 34.
Televisão. In: Outros escritos. Rio de janeiro: Zahar, 2003, p. 508 - 543
Ato de Fundação. In: Outros Escritos. Rio de Janeiro: Zahar, 2003, p. 235 - 247

Textos de J-A Miller


Las respuestas de lo real. In: Aspectos del malestar em la cultura. Buenos Aires, Ed. Manantial, 1989.
El pase del psicoanálisis hacia la ciencia: el deseo de saber. Revista Freudiana, n. 26. Barcelona: 1999, p. 7-24.
Biologia lacaniana e acontecimentos de corpo. Revista Opção Lacaniana, n. 41. São Paulo: Eolia, dez. 2004, p. 7 a 67.
Uma Fantasia. Revista Opção Lacaniana, n. 42. São Paulo: Eolia, fev. 2005, p. 7 a 19.
Psicanálise e conexões. Revista Opção Lacaniana, n. 52. São Paulo: Eolia, set. 2008, p. 28 a 32.
A Psicanálise, seu lugar entre as ciências. In: Correio: revista da EBP, nº 69, set. 2011, p.15-30. Publicado também em: COELHO, T., SANTIAGO, J. E MARTELLO, A. (org.) De que real se trata na clínica psicanalítica. Rio de Janeiro: Cia de Freud, 2012. 
O Real no século XXI. In: Revista Opção Lacaniana, n. 63. São Paulo: Eolia, jun. 2012, p. 11-19.
A criança e o saber. Publicação on line: Cien Digital, nº 11, janeiro de 2012. Acesso: www.institutopsicanalise-mg.com.br/.../cien/.../cien-digital

Textos de Éric Laurent


Quatro observações sobre a preocupação científica de Lacan. In: Lacan: Você conhece? Palestras do encontro Jacques Lacan. São Paulo: Cultura Editores Associados, 1998, p. 36 a 42.
O efeito “falsa ciência” do cognitivismo. In: Revista Opção lacaniana, n. 42.  São Paulo: Eolia, fev. 2005, p. 44 a 48.
Lost in cognition. El lugar de la pérdida en la cognition. Buenos Aires: Colección Diva, 2005.
Usage des neurosciences pour la psychanalyse. In: ANSERMET, P. et MAGISTRETI, F. (org). Neurosciences et psychanalyse. Paris: Odile Jacob, 2010, p. 283 a 297.
L’Illusion des scientistes, l’angoisse des savants. In: Mental. Revue internationale de psychanalyse, nº 27/28. Bruxelas: EFP, set. 2012, p. 21 a 27.

 

Textos de François Ansermet


Clínica da origem: a criança entre a medicina e a psicanálise. Rio de Janeiro: Contracapa, 2003.

ANSERMET et MAGISTRATI. À Chacun son cerveau. Paris: Ed. Odile Jacob, 2004.
ANSERMET e BORIE. Apostar na contingência. In: Pertinências da Psicanálise Aplicada. Rio de Janeiro: Ed. Forense Universitária, 2007, p. 152-158.
ANSERMET and MAGISTRATTI. Biology of freedon. Neural plasticity, experience, and the unconcious. New York: Other Press, 2007.

Ciência. In: Scilicet: A Ordem simbólica no século XXI. Belo Horizonte: EBP/Scriptum, 2011, p. 70.
Les promesses du DSM V. In: Mental. Revue internationale de psychanalyse, nº 27/28.  Bruxelas: EFP, set. 2012, p. 35 a 39.
Todos um pouco ratés? In: Revista Curinga, nº 35. Belo Horizonte: EBP-MG/Scriptum, dez. 2012, p. 19 – 24.
Les effets iatrogènes de la prédiction. In : Enfants turbulents: l’enfer est-il pavé de bonnes préventions? Paris : Éd. Érès, p. 59-68.

L’enfant de la science. In: La petite Girafe, n. 11, octobre, 1999, p. 31-37,

Textos de outros autores do Campo Freudiano


AFLALO, A. A Orientação lacaniana ou a “ciência” psicanalítica? In: Revista Opção lacaniana, n. 42. São Paulo: Eolia, fev. 2005, p. 34 a 39.
BARRETO, F. P. O real sem lei da ciência. (Cf. Boletim Sinapsy  #5).
BRODSKY, G. A Eficácia da Psicanálise. Revista Opção lacaniana, n. 41. São Paulo: Eolia, dez. 2004, p. 68 a 87.
COELHO DOS SANTOS, T.; SANTIAGO, J.; MARTELLO, A. (org.) De que real se trata na clínica psicanalítica? Rio de janeiro: Ed. Cia de Freud, 2012.
FORBES, J. Os delírios com a ciência. In: Batista, M.C. e Laia, S. (org.). Todo mundo delira. Belo Horizonte: livraria Scriptum, 2010, p. 195 – 200.
FORBES, J. a) A ciência pede análise; b) Sobre o complexo de cientista; c) Maktoub? A influência da psicanálise sobre a expressão dos genes. Artigos disponíveis no site: www.jorgeforbes.com.br/artigos
FRANCO FERRARI, Ilka, A psicanálise no mundo da ciência. In: Psicologia em Revista. Belo Horizonte: PUC-MG, v. 8, n. 11, jun. 2002, p. 82-91
FEU DE CARVALHO, F. O Fim da cadeia de razões: Wittgenstein, leitor de Freud. São Paulo/Belo Horizonte: Annablume/FUMEC, 2002, p. 38-40.
KOYRÉE, A. Do mundo fechado ao universo infinito. Rio de janeiro / São Paulo: Forense Universitária / EDUSP, 1979.

LA SAGNA, P. Ciência. In: Revista Opção lacaniana, n. 50. São Paulo: Eolia, dez. 2007, p. 85 – 87.

MILNER, J-C. A Obra clara: Lacan, a ciência, a filosofia. Rio de Janeiro: Zahar, 1996.
NAVEAU, P. Discurso de la ciencia y discurso de la histéricaIn: Aspectos del malestar en la cultura. Buenos Aires, Ed. Manantial, 1989.
PACHECO, Lilany. O sujeito com o qual operamos em psicanálise não é outro senão o sujeito da ciência. In: Revista Curinga, nº 35. Belo Horizonte: EBP-MG/Scriptum, dez. 2012, p. 113 – 119.
SANTIAGO, A.L e MEZÊNCIO, M. (org). A Psicanálise do hiperativo e do desatento, com Lacan. Belo Horizonte: IPSM/Scriptum, 2013
TEIXEIRA, A. O Topos ético da psicanálise. Porto Alegre: Edipucrs, 1999.

TEIXEIRA, A. Afirmação e subversão do cogito cartesiano em Lacan. Dissertação de Mestrado. FAFICH/UFMG, 1991.

Vários autores. Mental, Revue internationale de psychanalyse, nº 25: Psychanalyse, Science, Scientificisme. Bruxelas: EFP, março 2011.
VIEIRA, M. A. O catálogo e a chave: sujeito da ciência e sujeito do inconsciente. In: Revista Opção Lacaniana, n. 21.  São Paulo: Eolia, abr. 1998, p. 84 a 87.

Ciência, filosofia da ciência


ASSOUN, P-L. Epistemologia freudiana. Rio de Janeiro: ED. Imago, 1983.
BAAZ, B. & ZALOSZYC, A. Descartes e os fundamentos da psicanálise. Rio de Janeiro: Revinter, 1996.

CANGUILHEM G. O conhecimento da vida. Rio de janeiro: Forense Universitária, 2012.
DRAWIN, C.R. A recusa da subjetividade: ideias preliminares para uma crítica do naturalismo. In: Psicologia em Revista, v. 10, n. 15. Belo Horizonte: jun. 2004, p. 28 – 42.
FRANNSSEN, B.C. A imagem Científica. Rio de Janeiro: Unesp, 2006.

GLEISER, Marcelo. A Criação imperfeita. Cosmo, vida e o código oculto da natureza. Rio de Janeiro: Record, 2010.

IANNINI, G. Estilo e verdade em J. Lacan. Belo Horizonte: Ed. Autêntica, 2012.
KANDEL, E. R. Cellular Mechanisms of Learning and the Biological Basis of individuality. In: Principles of Neural Science. New York: McGraw-Hill, 2000, p. 1247-1289.

KANDEL, E.R. Em busca da memória. O nascimento de uma nova ciência da mente. São Paulo: Companhia das Letras, 2009.

LATOUR, B. Crónicas de un amante de las ciencias. Buenos Aires: Dedalus, 2010.

NOBLE, D. The Music of Life: Biology Beyond Genes. UK: Oxford University Press, 2013.
WHITEHEAD, A. N. O conceito de natureza. São Paulo: Martins Fontes, 2009.



Jornada EBP-MG