Enxame #3 -1.Editorial


Os 15 minutos - Eduardo Fonseca






Simone Souto[1]



O Boletim Enxame apresenta, nesse terceiro número, importantes contribuições para o tema da XXII Jornada da EBP-MG - “O inconsciente  e o mestre contemporâneo: o que pode a transferência?

A rubrica “Pingos nos is” traz o texto exposto por Antonio Beneti em nosso último seminário preparatório sobre o eixo II: O mito individual na psicose. Tendo como ponto de partida a concepção de Lacan segundo a qual “O mito é o que confere uma forma discursiva a alguma coisa que não pode ser transmitida...”, Beneti desenvolve uma instigante argumentação sobre possíveis formas de inserção da psicose no discurso e que, por sua vez, dariam lugar a ancoragens construídas sob transferência, marcando uma diferença, concernente à localização do gozo, frente às soluções oferecidas pelo mestre contemporâneo. Esse texto provocou uma conversa muito interessante e animada. Vale a pena conferi-lo!

O “Zumzumzum do mestre” introduz em nossa discussão um assunto que vem fazendo  ruído há muito tempo: a regulamentação da psicanálise. Samyra Assad aborda esse tema a partir de sua experiência e sob a perspectiva do mestre contemporâneo. Esse texto nos permite cingir uma forma de manifestação do mestre em nossos dias que interfere diretamente na existência da psicanálise no mundo.

Em “Ditos e escritos”, contamos com o dito preciso de Fabián Naparstek sobre as incidências do mestre contemporâneo em sua clínica e o escrito precioso de Teodoro Rennó Assunção (Professor da Faculdade de Letras da UFMG) onde ele aborda, a partir de três figuras do mestre antigo, alguns temas muito atuais e de fundamental importância para a psicanálise: saber, verdade, mentira, ficção, prazer, terapêutica, etc.

 Em “Conexões”, vocês poderão acompanhar como o tema de nossa jornada vem sendo discutido em diversos espaços da cidade.

Por fim, gostaria de fazer um agradecimento especial a Eduardo Fonseca[2] que nos concedeu as belas imagens de seu trabalho e que podem ser apreciadas neste Boletim.

Boa leitura a todos!  





[1] Simone Souto - AME (EBP/AMP). Diretora de Orientação da XXII Jornada EBPMG: O inconsciente e o mestre contemporâneo: o que pode o analista


[2] Eduardo Fonseca Nascido em Ponte Nova, MG, Brasil em 1984. Graduou-se em Pintura pela Escola de Belas Artes da Universidade Federal de Minas Gerais, em Belo Horizonte, Brasil, em 2009. Mestrou-se em Pintura pela Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa, Portugal, em 2013. Para conhecer melhor seu trabalho acesse: https://www.eduardofonseca.com/

http://jornadaebpmg.blogspot.com/2018/06/enxame-3-2-pingos-nos-is.html

Jornada EBP-MG